segunda-feira, 3 de abril de 2017

Rocambole de Chocolate e Baileys



Lembro-me bem das férias quando eu era criança. Eram normalmente associadas à viagens curtas com a família, ou apenas uma visita prolongada na casa de uma tia. Não tinha muito luxo, não era de avião, às vezes de carro, às vezes de ônibus. Não me lembro muito dos trajetos em si, lembro-me apenas de quando chegava no meu destino final. Minha tia sempre separava uma gaveta para eu arrumar minhas roupas e a cama tinha cheiro de lavanda, tinha sempre pão doce na cozinha e minha prima sempre estava cheia de ideias para aproveitarmos os longos dias de verão que nos esperavam. Eram dias simples, muitos deles na beira da piscina, ou até na varanda da casa tomando um banho de mangueira. Havia sempre as amigas da minha prima ao redor, tão queridas quanto ela, compartilhamos muitos momentos especiais, crescemos juntas, amadurecemos uma ao lado da outra,  tivemos experiências de vida similares naquela época, vivemos muitos começos e alguns fins. Muitas festas, celebrações e conquistas. Enfim, foi uma infância e pré-adolescência muito feliz!
Ainda nas férias, quando eu ficava em casa, lembro que minha mãe sempre preparava rocambole para o lanche da tarde. Não era nada elaborado, apenas uma massa branca, com gosto de pão-de-ló, e recheada com doce de leite. As vezes ela colocava coco também. Nada sofisticado. Comida de mãe, comida gostosa! Acho que essas memórias ficam inevitavelmente registradas, não me lembro de dar tanta bola para isso na época, mas olhando em retrospecto, sempre me encantou o fato da minha mãe, ou minha tia (mesmo não sendo uma cozinheira de mão cheia, mas com um coração enorme!), usarem a cozinha para mostrar um pouco do amor que elas têm por nós. Acho que herdei esse lado delas. Gosto de cozinhar por prazer, mas principalmente para deixar as pessoas felizes. É tão satisfatório colocar um sorriso no rosto de alguém, apenas com um pedaço de bolo, ou um cookie recém saído do forno! É uma forma de abraçar! É amor! :)

Esse rocambole teve um pouco disso tudo. Não era para ser um rocambole, era para sair um bolo e que no fim das contas acabei mudando de ideia. Talvez pela nostalgia que bateu quando vi duas adolescentes no metrô que me lembraram de mim e da minha prima querida, talvez ainda por ter tantas memórias boas das minhas tardes com rocambole de massa branca e doce de leite. Não sei ao certo, só sei que esse rocambole colocou sorriso no rosto dos meus queridos novos amigos que fiz por aqui e que, mesmo que ele não fique preso na memória deles como o rocambole que minha mãe fazia ficou na minha, eu me lembrarei dessa noite com muito carinho. Pelo rocambole e por eles também!

Beijos para vocês!
Stef



Tempo de preparo: 30 minutos
Tempo de forno: 6-7 minutos
Rendimento: 2 rocamboles. Aproximadamente 10 a 12 porções

Ingredientes para a massa - biscuit viennois (Uma receita do chef pâtissier Daniel Hébert)

80g de gemas de ovo, em temperatura ambiente
215g de ovos inteiros, em temperatura ambiente
170g de açúcar 
135g de claras de ovo, em temperatura ambiente
55g de açúcar
55g de farinha de trigo
55g de cacau em pó puro (eu uso o da marca Valrhona)

Ingredientes para a calda
155g de água
30g de açúcar
1 fava de baunilha
70ml de Baileys ®

Ingredientes para a mousse express de chocolate 

350ml de creme de leite fresco, 35% de gordura
100g de chocolate ao leite
120g de chocolate amargo, 70% cacau

Ingredientes para a ganache

250ml de creme de leite fresco
150g de chocolate meio amargo picado
50ml de Baileys ®

Lascas de chocolate meio amargo e cacau em pó para decorar

Modo de preparo

  1. Pré aqueça o forno a 230ºC. Forre duas formas retangulares de aproximadamente 25x35cm com papel manteiga e unte o papel manteiga com um pouco de manteiga. Reserve.
  2. Na batedeira, bata os ovos com as gemas e 170g de açúcar até obter um creme claro e fofo. Aproximadamente 5 a 7 minutos. Enquanto isso, faça um merengue batendo as claras em neve, quando começar a ficar mais firme, adicione o açúcar em 3 adições. Incorpore as claras delicadamente à mistura de ovos e gemas. Peneire a farinha de trigo e o cacau e incorpore-os delicadamente, com movimentos envolventes, à mistura de ovos. Transfira para as formas preparadas e nivele bem. Leve ao forno pré-aquecido por mais ou menos 6-8 minutos, ou até que esteja assado. Cuidado para não deixar assar demais!
  3. Separe um pedaço de papel manteiga maior que o tamanho de cada massa que você acabou de retirar do forno. Polvilhe com cacau em pó e desenforme o bolo sobre o papel. Enrole delicadamente com a ajuda do papel manteiga e deixe esfriar (ele deve estar bem flexível, então não deve quebrar).
  4. Prepare a calda. Leve ao fogo médio a água, o açúcar e a baunilha. Quando o açúcar derreter, retire do fogo e deixe esfriar. Incorpore o Baileys depois de frio e reserve.
  5. Enquanto o bolo esfria, prepare a mousse. Derreta o chocolate em banho-maria e reserve. Bata o creme de leite até obter picos médios. Quando o chocolate atingir 33ºC, incorpore-o delicadamente ao creme batido até que fique homogêneo.
  6. Para a ganache. Coloque o chocolate em um bowl. Leve o creme de leite ao fogo médio, quando levantar fervura, despeje-o sobre o chocolate e deixe descansar por 5 minutos. Depois desse período, acrescente o Baileys e misture até que fique homogêneo.
Para a montagem:
  1. Desenrole o bolo, mas deixe-o sobre o papel manteiga. Pincele a calda sobre o bolo. Distribua o mousse sobre os dois bolos e enrole como um rocambole. Leve à geladeira por uns 5-7 minutos para firmar. 
  2. Distribua a ganache sobre os bolos e decore com as lascas de chocolate e polvilhe cacau em pó.
Esse rocambole fica melhor em temperatura ambiente. Antes de servir deixe-o fora da geladeira por uns 30 minutos.

Bon appétit! 






domingo, 26 de março de 2017

Torta Mousse de Coco com Framboesas



Março chegou e já está a se despedir. A primavera bateu à porta e os dias estão visivelmente mais longos, uma parte pelo mérito do horário de verão que entrou em vigor nos últimos dias. É clichê, mas me impressiona como o tempo passa rápido e me pego sempre pensando em como ando usando minhas horas livres. De certa forma, as vezes acabo brava comigo mesma, tendo a pensar que não aproveito como deveria as 24 horas de cada dia. Talvez seja a minha já conhecida vontade de fazer mais do que consigo, mesmo não achando que uso bem o meu tempo, sempre acabo inventando uma coisa nova que quero aprender ou conhecer. As vezes me frusto por não conseguir fazer tudo, mas também sempre me surpreendo quando consigo colocar em prática o que planejei.
O fato é que não posso reclamar sobre o uso do meu tempo ultimamente. Tenho cozinhado com bastante frequência, recebido amigos em casa, conhecido novos lugares, provado excelentes vinhos e fazendo planos para as próximas férias, enfim, tenho aproveitado meu tempo devidamente! Vivendo um dia de cada vez e tentando fazer cada um deles mais especial que o outro. 

E então, num desses dias "produtivos", estava revendo uma "to do list" e me deparei com essa torta linda que queria testar ano passado e, por algum motivo que não me lembro, acabei deixando para depois. Uma deliciosa base de sablé de coco, uma refrescante e intensa compota de framboesas, um delicado e cremoso mousse de coco, tudo isso finalizado com uma cobertura cremosa de chocolate branco. Doce no ponto certo, com aquele toque ácido da framboesa. Uma combinação perfeita de sabores. Um dia muito produtivo. Não poderia pedir nada mais!

Beijos para vocês e boa semana!




Tempo de preparo: 2 horas
Tempo de descanso: 1 noite
Rendimento: 1 torta de aproximadamente 18cm (6 à 8 pessoas)

Ingredientes para o sablé de coco (Receita do blog Sucre d'orge et pain d'épices)

60g de farinha de trigo
30g de coco ralado
30g de açúcar mascavo
1/4 colher (chá) de fermento em pó
50g de manteiga gelada
1 gema de ovo
Raspas de 1 limão Tahiti

Ingredientes para a compota de framboesas (Uma receita du chef Confeiteiro Cédric Grolet)

125g de framboesas congeladas
75g de açúcar
2,5g de pectina NH
1g de gelatina em folhas 
Suco de 1/2 limão

Ingredientes para a mousse de coco  (Receita do blog Sucre d'orge et pain d'épices)

400g de creme de coco
10g de gelatina em folhas
1 clara de ovo
60g de açúcar
30g de água
200g de creme de leite fresco, gelado

Ingredientes para o glaze de chocolate branco (Receita da revista Fou de Pâtisserie)

11g de gelatina em folhas
75g de água
150g de açúcar
150g de glucose
150g de chocolate branco (de boa qualidade - eu usei Valrhona)
100g de leite condensado
5g de dióxido de titânio ou corante branco 

Framboesas frescas para decorar
Raspas de chocolate branco para decorar

Modo de preparo

1 - Comece pela compota de framboesas. Hidrate a gelatina em água fria. Misture todos os outros ingredientes em uma panela e leve ao fogo médio. Quando levantar fervura, cozinhe por mais 1 minuto. Retire do fogo e acrescente a gelatina, que deve ser escorrida antes, misture. Deixe esfriar ligeiramente e transfira para um molde (eu usei um aro redondo que estava com um papel filme no fundo) com 12cm de diâmetro. Leve ao congelador por pelo menos 2 horas.

2 - Prepare o sablé de coco. Pré aqueça o forno a 180ºC. Misture todos os ingredientes secos, acrescente a manteiga e misture com as pontas dos dedos até obter uma farofa. Acrescente a gema de ovo e as raspas de limão e amasse levemente até obter uma massa homogênea. Abra a massa entre duas folhas de papel manteiga e corte um circulo de 14cm. Leve ao forno pré aquecido e deixe assar por mais ou menos 15 á 20 minutos, ou até que esteja dourado e assado embaixo. Retire do forno e reserve.

3 - Quando a compota de framboesas estiver bem congelada e o sablé frio, prepare a mousse de coco. Hidrate a gelatina em água fria por pelo menos 5 minutos. Em uma panela, coloque o creme de coco e leve ao fogo médio até levantar fervura. Retire do forno, escorra bem a gelatina e a dissolva na mistura. Reserve.
Bata o creme de leite até obter picos médios e leve ao refrigerador. Reserve.
Prepare um merengue italiano. Leve a água e o açúcar ao fogo médio. Quando a calda atingir 110ºC, comece a bater a clara em neve. Quando a calda atingir 117ºC, incorpore-a às claras, em fio, sem parar de bater. Continue batendo até que o merengue esfrie, mais ou menos uns 5 minutos.
Quando o creme de coco tiver atingido 28ºC, incorpore-o ao merengue italiano com a ajuda de uma espátula grande. Finalmente, incorpore o creme previamente batido. 

Para a montagem:
  1. Coloque um aro de 18cm sobre uma forma com o fundo reto e que possa ser transferida ao freezer. 
  2. Desenforme a compota de framboesas. 
  3. Transfira 3/4 do mousse para um aro e disponha o disco de framboesas sobre a mousse, termine com o restante do mousse. e alise para que não tenha nenhuma bolha de ar. Disponha o sablé de coco no centro e nivele novamente.  Leve ao freezer até que congele completamente. No freezer em casa demora mais ou menos umas 3 horas, mas eu deixei de uma noite para a outra
4 - Depois que estiver completamente congelada começe a fazer a cobertura. Hidratar a gelatina em folhas em abundante água gelada. Levar ao fogo a água, o açúcar e a glucose até que a glucose dissolva completamente. Acrescente o chocolate branco e misture bem até que ele derreta. Quando a mistura ficar homogênea, retire do fogo, acrescente a gelatina hidratada e misture até dissolvê-la, acrescente o leite condensado e o corante branco. Passe tudo no mixer e deixe esfriar. 


5- Quando a cobertura atingir 30ºC, desenforme a mousse e coloque a sobre uma gradinha. Cubra a torta com a cobertura e transfira para a geladeira por pelo menos 3 horas antes de servir.

6 - Decore com as framboesas e o as raspas de chocolate. 

Bon appétit! 




quarta-feira, 15 de março de 2017

Alfajor de doce de leite



Lentamente a primavera se aproxima. Em poucos dias, mesmo que em teoria, uma data mágica e de muito valor para mim estará as nossas portas. Os dias começando a se fazer mais longos, a luz do sol que se arrastará por mais tempo ao logo do dia, a natureza acordando do seu sono profundo, o perfume das flores, o verde das árvores. É cliché, eu sei! Mas esse renascimento sempre provoca um "je ne sais quoi" em mim. Talvez sejam as memórias que carrego atreladas à essa época do ano, os piqueniques, as frutas frescas e sua colheita, o início da temporada dos vinhos rosés e dos terraços...ahhh, os terraços. Talvez seja apenas o calor tão esperado...não sei, mais é certo, essa nova estação sempre me deixa mais esperançosa e com a sensação de que o melhor estar por vir.



Mas enquanto dia 20 de março não chega, eu continuo aproveitando o que o inverno me oferece. As noites regadas a vinho e um bom filme, a contemplação da força e beleza dessa estação tão controversa e claro o conforto do forno ligado e das guloseimas que saem da cozinha. Como esses delicados e deliciosos alfajores que fiz para presentear o pessoal do trabalho há um tempo atrás. Simples e super rápidos de fazer, para mim eles representam bem essa transição final entre inverno e primavera, são leves o suficiente para serem servidos em dias mais quentes, mas são reconfortantes o suficiente para acompanhar aquela xícara de chá ao fim do dia! 

Espero que gostem! 

Beijos para vocês!
Stef



Tempo de preparo: 15 minutos
Tempo de descanso: Aproximadamente 1 hora
Tempo de forno: 10 a 12 minutos
Rendimento: Aproximadamente 30 biscoitinhos recheados
Fonte: Adaptação de uma receita da Donna Hay

Ingredientes para a massa

150g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1/3 xícara de açúcar de confeiteiro
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 xícara de farinha de trigo
3/4 xícara de amido de milho
1 pitada de sal

Ingredientes para o recheio

3/4 xícara de doce de leite (você pode usar aquele que compramos pronto ou então cozinhar uma lata de leite condensado na panela de pressão)

Modo de preparo

1. Bata a manteiga com o açúcar e o extrato de baunilha até obter um creme bem fofo e pálido (deixei na batedeira, como acessório de pá por mais ou menos uns 6 minutos). Peneire o sal, a farinha e o amido e acrescente na mistura de manteiga, bata apenas para incorporar.

2. Coloque um pedaço de papel manteiga sobre a bancada de trabalho, espalhe a massa e cubra com outro pedaço de papel manteiga do mesmo tamanho. Abra a massa sobre o papel até atingir 1/2 cm de espessura. Leve ao refrigerador por pelo menos 1 hora.

3. Pré aqueça o forno a 180 graus. Retire a massa da geladeira e, com o auxílio de um cortador, corte discos de aproximadamente 4cm de diâmetro. Coloque sobre uma forma de abas baixas coberta com silpat, ou com uma folha de papel manteiga, e leve ao forno pré aquecido por aproximadamente 10 a 12 minutos. Não deixe dourar muito! Retire do forno e deixe esfriar completamente sobre uma grade antes de rechear.

4. Para o recheio, é só colocar um pouco do doce no meio e cobrir com outro biscoito. 

Bon appétit!


Dica: Se não estiverem recheados, os biscoitos duram até 5 dias em um pote hermeticamente fechado.
Você também pode passar as laterais dos biscoitinhos recheados no coco ralado, fica super fofo e bem gostoso!


quinta-feira, 9 de março de 2017

Torta de maçã



Começou por ser um desejo, que depois de muito planejamento se tornou realidade. Assim, sem mais, um dia pisei nesse solo, aprendi uma nova cultura, conheci diferentes pessoas, aprendi outro idioma, vivi o que é a diversidade e aprendi muito com cada experiência vivida. 

Há algo absolutamente irresistível sobre novas experiências, sobre o desconhecido. Preciso desse tempero. Talvez tenha a ver com a ideia de abrir os horizontes, sair da zona de conforto, conhecer mais, provar mais, aprender mais! Sim, essa sou eu. Impaciente para conhecer o novo, mas ao mesmo tempo buscando a paz e a tranquilidade que muitas vezes apenas a rotina te proporciona. 
Estou assim esses dias, ansiosa pelo novo, pelos novos caminhos que estão se abrindo, mas ao mesmo tempo, e tenho percebido que isso está acontecendo com muito mais frequência do que o usual, um tanto nervosa com tanta mudança ao mesmo tempo...acho que estou ficando velha. 
Mas não, não me entendam mal, eu ainda sou aquela menina do interior que busca fazer mais do que imaginou e que busca conhecer o desconhecido, mas acho que esse desconhecido está se mostrando mais claro com o passar do tempo. Estou entrando (ou talvez já esteja lá e não quero admitir) em uma fase onde o que quero é não ter muitas mudanças, quero criar raízes, quero ter uma rotina. Sei que para isso, vou precisar passar por essas outras etapas e, como diz o meu Amore, talvez seja esse o começo desse começo :). We will see!



Bom, e hoje pensando nisso tudo e colocando em ordem os novos planos, lembrei dessa torta que fiz no fim do ano passado. Uma torta de maçã perfumada, daquelas que enchem a cozinha com aqueles aromas reconfortantes, que trazem paz à alma e que enchem a casa de amor. Uma torta que traz aquele conforto que tenho buscado. É uma receita tão especial, que me deixou tão contente de preparar e de ver a satisfação do Amore ao prova-la que não poderia deixar de compartilha-la com vocês. Quem sabe vocês também n

E nessa quase nova fase que se aproxima eu só posso esperar o melhor! Que venham mais dias como essa torta. Doces, simples e cheios de amor!

Beijos para vocês e bom rostinho de semana!
Stef




Tempo de preparo: 25 minutos
Tempo de descanso: Pelo menos 2 horas
Tempo de forno: 1h 30 minutos

Ingredientes para a massa

2 e 1/2 xícara de farinha de trigo
1 e 1/4 colher (chá) sal
1 e 1/2 colher (sopa) de açúcar granulado
227g de manteiga sem sal bem gelada, cortada em cubinho
1 colher (sopa) vinagre de maçã
1/4 xícara água bem gelada

Para pincelar

1 ovo
1 colher (sopa) leite

Ingredientes para o recheio

1,8kg de maçãs picadas (eu usei um mix de gala e honeycrisp), descascadas e picadas em cubos médios
1/4 xícara de farinha de trigo
1/3 xícara de açúcar mascavo
1 colher (chá) de canela em pó
1/4 colher (chá) de noz moscada
1/4 colher (chá) sal
2 colheres (sopa) sudo de limão

Modo de preparo

  1. No processador, misture a farinha, o sal e o açúcar. Adicione a manteiga e pulse até obter uma farofa, mais ou menos 10 segundos. Com o processador funcionando, adicione o vinagre e a água gelada, bata até que forme uma massa mais homogênea, mais ou menos 30 segundos. Cuidado para não bater demais! Junte a massa em uma bola e a divida em 2 partes, aperte-a até formar um disco (não deixe as extremidades rachar). Cubra com papel filme e deixe descansar por pelo menos 1 hora, idealmente uma noite.
  2. Abra a massa com a ajuda de um rolo e cubra o fundo de uma forma de mais ou menos 23cm de diâmetro. Corte o excesso de massa, mais lembre de deixar pelo menos 1,5 de massa para fazer o acabamento das laterais. Abra a outra parte da massa e corte, com ajuda de cortadores, as formas que você quiser colocar sobre a torta. Leve novamente ao refrigerador e deixe descansar por pelo menos 30 minutos.
  3. Pré aqueça o forno a 220ºC. 
  4. Em uma tigela, bata o ovo com o leite e reserve. Em um bowl grande, misture todos os ingredientes do recheio e cubra o fundo da torta com ele. Arrume os pedaços de massa pré cortados sobre as maçãs e leve novamente ao refrigerador por 30 minutos.
  5. Após o último descanso, pincele a torta com a mistura de leite e ovo e polvilhe com um pouco de açúcar granulado. Leve ao forno pré-aquecido por mais ou menos 20-25 minutos, coloque na grade mais baixa do forno. Abaixe a temperatura do forno para 180ºC e transfira a torta para a grade do meio do forno. Asse por mais ou menos uns 40-50 minutos, ou até que a massa esteja dourada e o recheio cozido. 
  6. Retire do forno e deixe descansar por pelo menos 3-4 horas antes de servir.
Bon appétit!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...